Notícia
Voltar para página anterior

Dia Nacional da Mata Atlântica

O Brasil comemora nesta quarta-feira (27) o Dia Nacional da Mata Atlântica. A data é uma referência a 27 de maio de 1560, quando o Padre Anchieta assinou a Carta de São Vicente, documento no qual descreveu, pela primeira vez, a biodiversidade das florestas tropicais nas Américas.
A Mata Atlântica abrange as maiores cidades e regiões metropolitanas do Brasil. Nela, moram mais de 145 milhões de pessoas. Mais de 80% da produção econômica nacional é gerada nessa região, considerada o centro socioeconômico do país. Todavia, a vegetação remanescente ocupa cerca de 29% da área de cobertura vegetal original do bioma.
Em relação à cobertura vegetal resultante da combinação das características morfoclimáticas esboçadas, a região do Pontal do Paranapanema, onde se insere o Município de Rosana, originalmente correspondia a uma área do bioma Mata Atlântica, caracterizado “por um conjunto de formações florestais (Florestas: Ombrófila Densa, Ombrófila Mista, Estacional Semidecidual, Estacional Decidual e Ombrófila Aberta) e ecossistemas associados como as restingas, manguezais e campos de altitude”.
No município de Rosana foram preservados fragmentos da Mata Atlântica. As áreas verdes preservadas típicas da Mata Atlântica como o Horto Florestal e o viveiro de Mudas são administrados pela CESP, além de trechos entre algumas ruas do Distrito de Primavera, formando uma sequência de quadras com matas. Esses trechos trazem características de bosque e são admirados por moradores e visitantes. É possível avistar animais silvestres como Macaco-prego, lagartos, aves como Tucanos e araras, dentre outros. Essas pequenas reservas são únicas na cidade e acabam configurando um importante recurso local, já que os animais que estão nela passam a ser observados, causando curiosidade e potencializando uma ferramenta de preservação e educação ambiental.
A Rede de ONGs da Mata Atlântica (2001), assinala a região do Pontal do Paranapanema como área de extrema importância ecológica, considerada a possibilidade de conexão dos diversos fragmentos vegetais e sua repercussão positiva do ponto de vista da manutenção das funções ecológicas, apontando como recomendação a criação de unidade de conservação e estabelecimento de corredor ecológico. A preservação da Mata Atlântica traz diversos benefícios à população que vive na cidade. Conservada, a mata barra fortes tempestades, garante água limpa e proporciona lazer. Ela também evita o calor extremo e a proliferação de animais indesejados, como o mosquito transmissor da febre amarela.

Secretaria de Meio Ambiente, 27 de Maio de 2020


Download - Clique aqui para baixar

Prefeitura do Município de Rosana
Avenida José Laurindo, 1540 - CEP: 19273-000 - Rosana/SP
Atendimento ao Público: 07:00h - 11:00h e 13:00h - 17:00h
(18) 3288-8200 / 3288-8215